Categorias

Conheça o futuro da alimentação à base de plantas no Brasil

 

 

O mercado de plant based cresce 11,5% ao ano e já movimenta mais de US$ 80 milhões.  A indústria de alimentos à base de plantas busca atender as exigências e necessidades do consumidor que está mudando seus hábitos alimentares – inclusive durante a pandemia – em busca de uma vida mais saudável.

Neste cenário, há dois anos a consultoria de negócios AGN, especializada no segmento de plant based no Brasil, lançou a 1ª Feira de Alimentos Plant Based, mas com o surgimento da pandemia do covid-19 o evento foi abreviado.

Agora em 2022 e com o objetivo de reunir diversos atores do ecossistema Plant Based no Brasil e Exterior a AGN realiza a mostra, inédita no mercado brasileiro de alimentos plant based, nos dia 6 e 7 de Junho de 2022,  no Clube Hebraica, em São Paulo Capital.

1ª Feira de Alimentos Plant Based  2022 terá diversos patrocinadores e expositores as empresas Incrível Seara, Duas Rodas, Grupo Planta, Vida Veg, Wenger, NSF, Doehler, Hexus, W-Vegan, Organ, Veganita, Tuv Sud e JBT.

 

A Seara Alimentos, uma das principais indústrias globais de alimentos, lançou em 2019 a Linha Incrível Seara – alimentos 100% vegetais -, que será exposta durante a 1a. Feira de Alimentos Plant Based. Foto: Divulgação

 

Os caminhos da alimentação à base de plantas

A programação do evento focará interessantes temas deste mercado:  “Plant Based: Tendências no Brasil e no Mundo”; ” Como participar de investimentos em negócios Plant Based”; “Identificando o crescimento do mercado Plant Based no Brasil e no mundo”.

Também serão abordados, “Porque essa é a alimentação do Futuro”, “Evolução mercadológica das proteínas vegetais texturizadas”, “Vida Veg – Construindo uma marca referência no Mercado Plant Based”, entre outras.

Palestrantes: Anderson Rodrigues – Vida Veg,  Rafael Alvarenga – Wenger,  Fábio e Daniele Zukerman – Grupo Planta,  Fabiane Zanoti – NSF,  Ariel Wulkan – Merkaz – Christian Wolthers – Vegan Business.

 

Vida Veg também participa da mostra mostrando a sua linha de leites vegetais, iogurtes, queijos, requeijões, cremes, manteigas e hambúrgueres. Foto: Divulgação

 

Avanços no setor de proteínas vegetais

Haverá também um painel sobre Avanços Regulatórios no setor de proteínas vegetais no Brasil, com a moderação do Gustavo Guadagnini, presidente do GIF (Good Food Institute Brasil).

Os debatedores do painel serão o diretor do Depto de Inspeção de Produtos de origem vegetal e responsável pelo regulatório da categoria no MAPA (Ministério da Agricultura) Glauco Bertoldo Alysson Soares, além do especialista em políticas públicas do GFI BR, e Eloisa Garcia , diretora geral do Ital (Instituto de Tecnologia de Alimentos) e coordenadora do Estudo de Marco Regulatório, que embasará a legislação no setor.

 

Pão de Açúcar tem espaço próprio para produtos plant based em lojas selecionadas. Foto: Divulgação

 

 Mudança de hábitos alimentares aquece mercado plant based no Brasil

 

Nos últimos cinco anos, o país registrou um crescimento de 11,1% nas vendas de produtos substitutos da carne animal.

Segundo dados da agência Euromonitor reportados pelo site Época Negócios em 2021, esse movimento de expansão aponta que o salto de faturamento do setor em 2015 de US$ 48,8 milhões (cerca de R$ 246,7 milhões), para US$ 82,8 milhões (R$ 418,7 milhões), uma alta de 69,9%. A projeção para 2025 é alcançar US$ 131,8 milhões (R$ 666,5 milhões).

O site destaca que o estudo “O consumidor brasileiro e o mercado plant-based”, realizado pelo Ibope, coordenado pelo The Good Food Institute (GFI) e apoiado por 11 empresas do setor de alimentos com 2 mil pessoas de todas as classes sociais e regiões do Brasil, ilustra bem esse movimento.

A pesquisa aponta que metade dos brasileiros reduziu o consumo de carnes nos últimos 12 meses e que 39% já consomem alternativas vegetais em substituição às animais pelo menos três vezes por semana.

 

Segundo publicação da plataforma Food Conection, com base no estudo do GFI Brasil que  aponta que o mercado de plant based deve atingir US$ 10,9 bilhões em todo o mundo até 2022 e US$ 325 Bi até 2035!

 

Serviço Diário Verde

Data: 1ª. Feira de Alimentos Plant Based do Brasil dias 6 e 7 de junho de 2022

Local: Clube Hebraica – Rua Hungria, 1.000 – São Paulo – SP

Horário: 06.06 – 10h às 21hs – Palestras

07.06 – 10h às 21hs  – Visitação

Ver no mapa

 

Confira abaixo a entrevista do consultor Alberto Gonçalves no Terra Viva/Grupo Bandeirantes de Comunicação que salienta a importância da realização da 1a. Feira de Alimentos Plant-Based (alimentos à base de plantas) em junho próximo.

 

 

Quem é a AGN

A AGN Consultoria e Negócios tem o propósito de fomentar o ecossistema do segmento plant based no Brasil.
Desde 2019 a AGN vem promovendo eventos e prestando consultoria  para empresas que  desejam conhecer ou entrar neste mercado .

A AGN atua fortemente no mercado de alimentação saudável (Foodtech), atendemos clientes com perfil startups disruptivas, Pequenas, Médias e Grandes empresas, focadas nesses segmentos e de Sustentabilidade.

A empresa desenvolve curadoria de eventos com atores deste Ecossistema. Alguns dos nossos novos clientes: Pink Farms – Primeira Fazenda Vertical Urbana da América Latina, B.Live e CCF.

Mais informações e fontes :  AGN Consultoria  e Época Negócios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 5 =